Cônjuges L-2 podem não precisar mais solicitar autorização de trabalho

A expectativa para os próximos dias é de que os Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS) anunciem que os portadores de visto L-2 não precisarão mais solicitar um documento de autorização de trabalho (EAD). A medida é fruto de uma ação judicial que contesta a prática.

O processo argumentou que os portadores do visto L-2 são elegíveis para trabalhar sem um pedido de autorização de trabalho separado. Até então, USCIS exige que os portadores de L-2 se candidatem a uma autorização de trabalho – o que, consequentemente, resulta na perda do emprego, pois a espera para o julgamento do pedido leva de 10 a 15 meses.

“Em resposta ao nosso processo (Shergill v / s Mayorkas), a agência de imigração mudará sua política. Os portadores do visto L-2 não precisarão mais solicitar um EAD. Alguns portadores de visto H-4 serão elegíveis para extensão automática de seu EAD se eles tivessem um status válido que durasse mais do que o EAD ”, explicou Jonathan Wasden, sócio da Wasden Banias, que representou 16 portadores no processo.

Para se qualificar ao visto L-2, é preciso ser cônjuge legítimo de um titular de visto L-1A ou L-1B ou filho solteiro com idade inferior a 21 de um titular de visto L-1A ou L-1B.

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos e oferecemos triagem inicial gratuita do seu caso.

– Whatsapp: +1-954-204-0393
– www.castrolegalgroup.com
– youtube.com/conexaoimigracaousa

Subscribe to our Newsletter.