DeSantis quer US$ 8 milhões para remover “estrangeiros não autorizados” da Flórida

Um relatório produzido pelo jornal Miami Herald mostra que o conflito do governador da Flórida, Ron DeSantis, com a administração Biden sobre a imigração teve como resultado uma missão de fronteira financiada pelo estado de US$ 1,6 milhão no Texas, um processo contra o governo federal e uma ordem executiva que coleta informações sobre “possíveis imigrantes ilegais” realocados para a Flórida pelo governo federal.

O governador republicano exige US$ 8 milhões para criar um novo programa que permita ao estado assinar contratos com empresas privadas para transportar “estrangeiros não autorizados” para fora da Flórida. DeSantis deseja pagar o programa com juros acumulados de fundos federais e outros projetos legislativos: “Uma das prioridades em que estamos trabalhando há muitos meses e continuaremos a trabalhar com o Legislativo quando eles voltarem é lidar com as consequências das políticas de fronteira imprudentes do governo Biden”, disse DeSantis em um coletiva de imprensa em Jacksonville na última sexta (10).

DeSantis ainda disse que a Flórida deveria poder usar ônibus para transportar migrantes para outras partes do país, como Delaware. Democratas do governo avaliam o programa proposto, financiado pelos contribuintes, como uma amostra de como usar a mansão do governador para impulsionar suas próprias ambições políticas. “São basicamente US$ 8 milhões para sua campanha política. Existem algumas sérias preocupações com os direitos humanos. Você vai colocar alguém em um carro e levá-lo até Delaware? Os funcionários do estado não são treinados em qualquer tipo de fiscalização da imigração”, disse a deputada Orlando Anna Eskamani.

Detalhes de como o programa de imigração funcionaria não foram divulgados e a Legislatura da Flórida ainda precisaria aprovar o financiamento antes que possa entrar em operação. Um porta-voz do Departamento do Tesouro dos EUA afirmou, em comunicado, que a agência não pré-aprova a utilização dos fundos que a Flórida está usando para financiar o programa de imigração e que o Tesouro monitora as despesas e espera que os governos reembolsem os fundos mal utilizados se violarem os termos da Regra Final Provisória.

Texto traduzido e adaptado do jornal Miami Herald.

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos e oferecemos triagem inicial gratuita do seu caso.

– Whatsapp: +1-954-204-0393
– www.castrolegalgroup.com
– youtube.com/conexaoimigracaousa

 

Subscribe to our Newsletter.