Governo anuncia permissão de trabalho para solicitantes do visto U, voltado para vítimas de crimes

Vítimas de crimes nos Estados Unidos, que deram entrada no visto U, poderão obter autorização de trabalho e estarão protegidos de deportação antes da conclusão do processo. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (14) pelo Secretário de Homeland Security, Alejandro Mayorkas.

Até então, os solicitantes desse tipo de visto não tinham qualquer tipo de benefício imigratório até que o processo fosse aprovado, que pode demorar anos.

“Hoje estamos dando alguns passos para ajudar vítimas de crimes e promover a segurança pública. Essas pessoas estão colaborando com a prisão de criminosos para manter a segurança da comunidade”, disse Mayorkas.

O visto U foi criado para proteger vítimas de crimes e seus familiares. Imigrantes que sofreram um significativo abuso físico ou mental nos Estados Unidos podem se qualificar para esse tipo de visto, desde que estejam dispostos a colaborar com as investigações.

Para a advogada de imigração Renata Castro, fundadora do Castro Legal Group, a decisão de hoje representa uma grande conquista para as vítimas de crimes nos Estados Unidos. “Aos poucos, o governo tem mostrado que está do lado dos imigrantes. A decisão de hoje é de grande importância para essas pessoas que sofreram algum tipo de crime. Elas poderão trabalhar e não serão deportadas até que o visto seja emitido”, disse Renata.

A advogada lembra que é de fundamental importância a comprovação por autoridades de que o crime de fato ocorreu e que existe boa fé por parte do solicitante desse visto.

A cada ano fiscal, são concedidos 10 mil vistos U e, anteriormente, eram necessários pelo menos cinco anos de espera para que a autorização de trabalho fosse concedida.

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos.

Whatsapp: +1-954-204-0393

www.castrolegalgroup.com

youtube.com/conexaoimigracaousa

Subscribe to our Newsletter.