Portadores de visto de estudante de países europeus têm entrada liberada nos EUA; viajantes que estiveram no Brasil seguem barrados

O Travel State Department anunciou que portadores de vistos de estudante (F1 e M1) do Reino Unido, Irlanda, Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, e outros países do chamado Espaço Schengen, podem entrar nos Estados Unidos sem fazer quarentena em outro país.

Estrangeiros que estiverem no Brasil, África do Sul, China e Irã não podem entrar nos EUA, a menos que sejam portadores de cidadania americana, green card ou façam quarentena em outro país que não esteja na lista de países com restrição de entrada.

Portadores de visto de turista, investidores, estudantes, jornalistas e outros viajantes internacionais que precisarem entrar nos EUA em caráter emergencial, devem solicitar um pedido de emergência (National Interest Exceptions).

O governo ainda não informou quando as fronteiras serão reabertas.

Leia a decisão aqui.

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos.

Whatsapp: +1-954-204-0393

www.castrolegalgroup.com

youtube.com/conexaoimigracaousa

Instagram: @immigratetotheusa

Subscribe to our Newsletter.