USCIS implementa abordagem baseada em risco para entrevistas com residentes permanentes condicionais

O USCIS anunciou, na última quinta-feira (7), uma atualização da política para adoção de uma abordagem baseada no risco ao dispensar a necessidade de entrevistas para residentes permanentes condicionais que tenham apresentado uma Petição para Remover as Condições de Residência.

Os novos critérios têm efeito imediato e vão orientar os funcionários do USCIS sobre quando e como renunciar às entrevistas para os requerentes que apresentarem um Formulário I-751 (Petição para Remover as Condições de Residência). Esta atualização substitui a orientação anterior da agência que exigia que todos fossem submetidos a uma entrevista caso obtivessem o status de CPR via processamento consular.

“A implementação de uma abordagem estratégica baseada no risco do processo de entrevista de CPR aumentará a eficiência que melhora os tempos de processamento, permitirá uma melhor utilização dos recursos de pessoal da agência e ajudará a reduzir a carga de processos pendentes, mantendo os procedimentos para identificar fraudes e proteger a segurança nacional”, disse o Diretor do USCIS Ur M. Jaddou.

Segundo o próprio USCIS, a política anterior que exigia entrevistas obrigatórias de CPR não demonstrou ser uma utilização eficiente dos recursos de pessoal. Com a atualização, o órgão pode renunciar à exigência de entrevista se o funcionário da agência determinar que há provas suficientes sobre a boa-fé do casamento, a exigência de arquivamento em conjunto é elegível para uma renúncia (se aplicável), não há indicação de fraude ou deturpação nos documentos de apoio, não há fatos ou questões complexas a resolver e não há histórico criminal que torne a CPR removível.

Para mais informações, acesse o site uscis.gov.

Representamos causas imigratórias em todo os Estados Unidos e oferecemos triagem inicial gratuita do seu caso.

– Whatsapp
– Youtube
– Instagram

Subscribe to our Newsletter.