Vacinas contra a Covid-19 serão necessárias para exames médicos de imigrantes

O Centro de Controle e Prevenção dos Estados Unidos (CDC) informou que a partir de 1º de outubro, candidatos a ajuste de status para residente permanente devem apresentar comprovação de vacinação contra um Covid-19 para realizar os exames médicos.

O solicitante deve estar com o esquema vacinal completo e fornecer documentos pessoais ao cirurgião civil antes da conclusão da consulta. A padronização aceita ser o registro registrado no dia da vacinação ou uma cópia de uma ficha médica.

Caso o candidato não tenha sido vacinado, seja por idade inapropriada ou contraindicação médica, o cirurgião civil obrigatório documentar. Em casos de recusa da vacina por motivos religiosos, o solicitante deve solicitar uma renúncia individual ao USCIS, que vai decidir se a renúncia será aceita ou não.

Se houver outra razão e caso a vacina contra a Covid-19 esteja disponível para os cirurgiões civis, o cirurgião pode vacinar os solicitantes e documentar como doses não Formulário I-693.

Para a advogada Renata Castro, a medida mostra a preocupação do governo americano com a vacinação em massa: “O governo tem se empenhado em vacinar toda a população, inclusive os imigrantes. Espero que isso sinalize também uma possível abertura das fronteiras para os já vacinados ”, disse.

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos.

Whatsapp: +1-954-204-0393

www.castrolegalgroup.com

youtube.com/conexaoimigracaousa

Subscribe to our Newsletter.