Voo com brasileiros deportados chega a Minas Gerais

O primeiro voo com brasileiros presos na fronteira dos EUA com o México enviado pelo governo Biden chegou ao Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, na tarde de sexta-feira (21). Apenas 30 pessoas estavam no voo. A informação inicial era que mais de 100 pessoas seriam deportadas no avião.

Em nota, o Itamaraty informou falou sobre essa diferença nos números. “Segundo informações das autoridades migratórias americanas, alguns deportados obtiveram judicialmente a suspensão da ordem de deportação e outros teriam sido submetidos, nas instalações de detenção onde se encontravam, a testes de antígeno para detecção de covid, em vez dos testes RT-PCR exigidos pela legislação brasileira para ingresso em território nacional”, diz a nota do Itamaraty.

Um passageiro deportado, que não quis se identificar, disse que 18 pessoas foram retiradas de dentro do avião no Estado da Louisiana, de onde o voo partiu. A causa principal foi o atraso nos testes de covid, exigência do governo brasileiro para entrada em solo nacional.

Algemados

Os brasileiros deportados reclamaram que estavam algemados durante todo o voo. Ao Estadão, o cabeleireiro Sueverson Guimarães, de 22 anos, pagaria R$ 23 mil para os traficantes. No entanto, como foi preso ao cruzar a fronteira, não precisou desembolsar o valor. Ele ficou 91 dias detido e não hesita em dizer que voltará o mais rápido possível. “Na semana que vem, estou indo de novo. No Brasil, não há condições de ficar.”

Guimarães é de Vale do Paraíso, em Rondônia. No voo com ele, a conterrânea Adailsa dos Santos, de 24 anos, criticou o tratamento recebido pelas autoridades migratórias dos EUA. “Fiquei 25 dias presa e fui cruelmente maltratada. Não entendi o porquê. Só queria trabalhar”, lamentou.

Os 30 brasileiros que chegaram a Belo Horizonte fazem parte do primeiro grupo de deportados em voos fretados pelo governo Biden. A maioria é do leste mineiro, mas também havia pessoas do Espírito Santo, de Goiânia e de Rondônia. (Fonte: Estadão)

Representamos causas imigratórias em todos os Estados Unidos.

Whatsapp: +1-954-204-0393

www.castrolegalgroup.com

youtube.com/conexaoimigracaousa

Subscribe to our Newsletter.